30 Setembro 2022 / Notícias do Grupo

O Grupo Raxio inicia a Construção do seu próximo centro de armazenamento de dados Tier III neutro de colocação em Moçambique

Maputo, 30 de Setembro de 2022:

O Grupo Raxio (“Raxio”), líder e pioneiro pan-africano no desenvolvimento e exploração de centros de armazenamento de dados, realizou a cerimónia que dá formalmente início à construção do seu principal centro de armazenamento de dados neutro de colocação Tier-III, localizado no Parque Industrial Beluluane (Moz Parks) em Maputo, Moçambique.

O evento contou com a presença de membros do governo, incluindo o Governador da Província de Maputo a Sua Excelência Arq. Júlio Parruque, membros dos meios de comunicação social, clientes, equipas de desenvolvimento e construção, e representantes do Grupo Raxio. Durante o evento, a Raxio lançou a primeira pedra das futuras instalações, marcando o início da sua construção após um processo minucioso de desenvolvimento do projecto e optimização técnica para alcançar uma elevada eficiência operacional que servirá de referência para toda a região.

Robert Mullins, CEO do Grupo Raxio, salientou o papel que a Raxio Moçambique irá desempenhar no reforço da espinha dorsal digital do país: “Temos o maior prazer em abrir caminho com esta nova instalação, que demonstra o empenho da Raxio em servir a economia e acompanhar a transforação digital de Moçambique e da região. Diariamente moçambicanos e empresas juntam-se à comunidade digital, e este número cresce de forma acelerada. Esta é a razão pela qual este tipo de infraestrutura estável e fiável em Moçambique é cada vez mais importante.
Estamos orgulhosos por apoiar o crescimento digital do país através do desenvolvimento do primeiro centro de armazenamento de dados neutro de colocação, um centro já preparado para () albergar tanto clientes locais como internacionais com os mais elevados padrões de qualidade. Este centro será operado por uma equipa de profissionais moçambicanos altamente qualificados. O terreno escolhido na Moz Parks proporciona nos uma localização ideal, com bom acesso a conectividade e energia, tal como a possibilidade de abastecer as nossas instalações com energia renovável, promovendo assim as nossas metas de ESG.”

A utilização da Internet em Moçambique está a aumentar rapidamente, o número de utilizadores da Internet a aumentou de 15% para 32% entre 2015 e 2021. Ao mesmo tempo, está planeada uma nova e avançada infra-estrutura de redes de fibra-óptica submarinas e terrestres, que irá beneficiar o país melhorando consideravelmente a conectividade e reduzindo substancialmente os custos de acesso. Esta largura de banda internacional essencial irá acelerar a adoção de serviços digitais no país, aumentando a necessidade de uma forte espinha dorsal de infra-estruturas. A Raxio fornecerá aos seus clientes serviços de colocação neutros em termos de operadoras de serviços e de nuvens digitais, criando um ambiente ideal para as empresas e fornecedores de conectividade se interligarem, processarem e armazenarem dados.

Para além de fornecer capacidade muito necessária de colocação da espinha dorsal digital do país, a Raxio MZ1 irá alimentar a interligação através de espaços de encontros redundantes. Os operadores de redes móveis, ISPs e outros fornecedores de conectividade poderão interligar-se entre si e aos seus clientes, reduzindo o custo de
acesso ao conteúdo em todo o país, numa altura em que novos cabos submarinos irão também fornecer Moçambique, uma conectividade internacional melhorada. A Raxio MZ1 estará totalmente equipada com a melhor tecnologia de refrigeração, segurança, sistemas de energia AC/DC e redundância, num ambiente “sempre ligado”.

A instalação manter-se-á com os princípios centrais de sustentabilidade da Raxio para minimizar a pegada ambiental através de uma selecção de equipamento optimizada e de design sustentável. Além disto a localização na Moz Parks proporciona a possibilidade de ser fornecer de energia a partir de fontes renováveis.

Para complementar a sua equipa interna, a Raxio reuniu parceiros técnicos experientes especializados em concepção, engenharia e construção. A Master Power Technologies, que no ano passado entrou numa parceria de longo prazo com a Raxio, liderará as obras mecânicas e elétricas. A Mota Engil Moçambique, uma das empresas de construção líderes no país, será responsável pelas obras civis, com a Keyplan Associates que finalizou os desenhos arquitetónicos e que irá supervisionar a construção e, a African Century Real Estate Lda que tem apoiado a Raxio no desenvolvimento desde o seu início em Moçambique.

A Raxio Moçambique faz parte da carteira do Grupo Raxio, que inclui a Raxio Uganda, Raxio Etiópia, Raxio RDC, Raxio Ivory Coast (Costa de Marfim) e Raxio Tanzânia. A Empresa está no bom caminho para completar múltiplos investimentos em centros de dados em toda a África, a fim de satisfazer a crescente procura de infra-estruturas de centros de dados de nível internacional na região.

Sobre o Grupo Raxio

Fundado em 2018, o Grupo Raxio é o principal operador de centros de dados de nível III neutro em África, fornecendo os melhores serviços de colocação da classe. Fornecemos instalações e serviços de nível industrial, de nível carrier que formam a base da economia digital de África. Também operamos a mais ampla área de cobertura dos centros de dados verdes do continente. Após o lançamento das nossas primeiras instalações no Uganda, a Raxio tem agora presença na Etiópia, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, e Moçambique. Estamos constantemente a expandir a nossa pegada e estamos no bom caminho para construir várias novas instalações nos próximos dois anos, estabelecendo uma rede de centros de dados interligados que servem a procura activa e latente em todo o continente.

Fale com os nossos especialistas

Interessado em saber mais sobre os nossos serviços e como os Centros de Dados Raxio podem apoiar o seu negócio? Nós ficamos felizes por responder às suas perguntas. Preencha o formulário e nós entraremos em contacto assim que possível.